Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Quando Hatoful Boyfriend foi lançado, ninguém levou o título muito a sério. Paródia de simulador de romance (dating sim) e de visual novels — jogos fortemente voltados para a construção de diálogos e relacionamentos — com o tempo foi conquistando a atenção dos gamers voltados a esse gênero.

Para quem não conhece, se trata de uma história protagonizada por uma estudante que passa a frequentar uma escola na qual pombos podem se transformar em humanos. Partindo dessa premissa para lá de bizarra, o game mistura romance, conspiração, intrigas e finais diversos dependendo das escolhas feitas pelo jogador. Totalmente cômico, o jogo — até então disponível para diversas plataformas — deverá voltar a ter comercialização exclusiva em PCs.

publicidade

Hatoful Boyfriend ainda fica até o fim do mês no Google Play e App Store

O acordo de distribuição da produtora de Hatoful Boyfriend irá expirar em breve, e com isso o jogo será retirado tanto da Play Store quanto da App Store. Assim, não será mais possível obtê-lo no Android e iOS. Quem já realizou a compra, poderá desinstalá-lo e reinstalá-lo quantas vezes desejar, porém. Quem ficou interessado nessa bizarrice, é melhor se apressar, já que o prazo para obtê-lo para dispositivos móveis é só até o final de maio. Apesar da premissa um tanto insana na opinião de alguns, o título acumula boas avaliações nas plataformas: na App Store tem nota 4,7, e 4,6 na Play Store. É um jogo pago, e sem microtransações.

No começo de junho, quem desejar a praticidade de jogar o jogo de namoro Hatoful Boyfriend estará em maus lençóis, já que sua comercialização estará, mais uma vez, restrita à Steam, em PCs. Há uma forma de driblar isso: com o Steam Link, que permite o espelhamento de jogos do desktop em smartphones, mas somente na rede local. É, porém, uma pequena gambiarra pouco prática para muitos.

Via Touch Arcade

publicidade