Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Até alguns anos atrás, ainda era um tanto comum achar, no mercado brasileiro, smartphones com TV digital e rádio FM. Hoje em dia, não muito. Das empresas mais conhecidas, só a Motorola oferece recursos de estações de áudio em seus smartphones, além da finada LG Mobile e de alguns basicões da Nokia. Voltando a Motorola, a empresa anunciou que está preparada para uma mudança importante nas transmissões — a chegada da faixa estendida — que será promovida pelo Governo Federal.

O Ministério das Comunicações anunciou que trabalhará com uma faixa estendida na sintonia FM para abrigar rádios que migrarão do sistema AM. Claro, foi necessário ampliar a disponibilidade de “canais”, por isso em breve a sintonia começará em 76,1 MHz ao invés de 87,7 MHz. Com isso, fabricantes de sons automotivos, rádios domésticos, e mesmo as empresas de celulares terão que se adaptar. A Motorola, porém, está avisando que já há algum tempo seus smartphones estão preparados para essa expansão.

publicidade

Sendo assim, quem está habituado a ouvir rádio no celular deverá receber a transmissão de novas estações em breve, quando detalhes técnicos da faixa estendida estiverem concluídos. Segundo a Motorola, os seguintes aparelhos estão preparados para a faixa estendida do rádio FM:

  • Todos os Moto G7, G8 e G9
  • Moto G10 e G30 (nada de G60 e G100)
  • Linha Moto G 5G
  • Motorola One Vision ou posterior
  • Motorola Edge (exceto Edge Plus)
  • Moto E7 Plus
Rádio pela internet é alternativa

Recém-lançados, alguns smartphones da Motorola ficarão de fora da faixa estendida. Isto simplesmente porque não contam com um sintonizador nativo de rádio FM. Esta é uma ferramenta que exige hardware adicional, e algumas fabricantes não apostam mais nisso dentro do tão disputado espaço interno de smartphones, cada vez mais finos.

Com início da operação prevista ainda para maio, fato é que muitas rádios já possuem seus próprios apps na Play Store e App Store. Existem apps, inclusive, que são grandes centralizadores de estações pela internet. Claro, o recurso — quando presente de forma nativa — não impacta o consumo de dados, o que é interessante para quem precisa economizar no pacote de dados.

publicidade