Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Um relatório indica que desenvolvedores de apps falsos estão aproveitando a nova fase de pagamentos do auxílio emergencial da pandemia de Covid-19 para infectar smartphones Android na loja Google Play.

O levantamento foi feito por pesquisadores da Kaspersky, empresa de segurança online,  e mostra que, por enquanto, os apps não são maliciosos, apenas exibem propaganda não relacionada ao auxílio emergencial e podem se tornar maliciosos no futuro. De acordo com a empresa, os apps  falsos prometem consultas ao valor do auxílio emergencial, calendários de pagamentos e outros detalhes. A maioria dos apps não chega a pedir informações pessoais como o CPF ou a conta bancária dos usuários, mas pedem o PIS, o número de identificação social utilizado para se consultar extratos do FGTS.

publicidade

Além disso, estes aplicativos direcionam os usuários para páginas da web por meio de anúncios, garantindo pageviews para o seu criador. Para incentivar este acesso, eles lotam o smartphone como uma série de notificações. Algumas chegam a ser disparadas em intervalos menores de dez minutos.

Atualizações preocupam especialistas

Embora estes aplicativos falsos pareçam inofensivos, os especialistas da Kaspersky consideram que, caso a Google Play não tome as medidas necessárias, eles podem se tornar perigosos e usar o auxílio emergencial como pretexto para captar dados dos usuários em outras fraudes.

De acordo com Fábio Assolini, analista sênior de segurança, o que preocupa neste caso é que a base dos apps já está instalada, ao ponto que se os desenvolvedores quiserem passar a captar mais informações dos usuários, basta uma atualização.

Esta não é a primeira vez que criminosos se beneficiam da imagem de iniciativas públicas para a aplicação de golpes. Em 2020 surgiram diverso aplicativos com o mesmo propósito na Google Play, alguns incluindo fake News sobre um suposto abono emergencial de Natal que influenciava os usuários a contratar serviços premium ou sem consentimento dos usuários.

publicidade

O Vida Celular entrou em contato com o Governo Federal para saber se foram tomadas medidas para orientar a população sobre apps falsos e possíveis fraudes do auxílio emergencial, mas não obteve resposta.

A Kaspersky recomenda:

  • Suspeite sempre de links recebidos por e-mails, SMSs ou mensagens de WhatsApp, principalmente quando o endereço parece suspeito ou estranho.
  • Sempre verifique o endereço do site para onde foi redirecionado, endereço do link e o e-mail do remetente para garantir que são genuínos antes de clicar, além de verificar se o nome do link na mensagem não aponta para outro hiperlink.
  • Verifique se a notícia é verdadeira acessando o site oficial da empresa ou organização – ou os perfis nas redes sociais.
  • Se não tiver certeza de que o app é real e seguro, não insira informações pessoais.
  • Use soluções de segurança confiáveis para ter uma proteção em tempo real para quaisquer tipos de ameaças.

Via Kaspersky

Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil