Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Uma carta em que Steve Jobs, notório co-fundador e ex-CEO da Apple, pede emprego entrou para um leilão online com início em 24 de fevereiro. Devido às informações contidas no pedido de emprego a ser leiloado, incluindo sua data, é muito provável que ele seja da época em que Jobs largou a faculdade. O documento é de 1973 e já foi leiloado antes, em 2018, ocasião em que angariou mais de 175 mil dólares.

Um pouco de contexto

O ano de 1973 é significativo na vida de Jobs por fazer parte dos anos que antecederam a fundação da Apple, em 1976. Além disso, é justamente o ano em que larga o Reed College após apenas um semestre. Depois disso, no entanto, Jobs continuaria frequentando os cursos da universidade, mas na posição de ouvinte e não mais de aluno.

publicidade

Um dos cursos que continua a frequentar nesse período, aliás, é o de caligrafia. Segundo o próprio Jobs, em um discurso na Universidade de Stanford, o curso ofereceu as ferramentas necessárias para que o primeiro Mac tivesse a tipografia e a variedade de fontes que teve. Nas suas palavras: “Se eu não tivesse largado a faculdade, nunca teria entrado nesse curso de caligrafia, e os computadores talvez não tivessem a linda tipografia que têm”.

As respostas do questionário de emprego

Voltando à carta que vai a leilão, as respostas de Jobs podem certamente ser consideradas curiosas. No campo endereço, por exemplo, Jobs colocou o nome da universidade em que estudava e nada mais. Chama atenção o teor irônico, um tanto humorístico, de outra das respostas. Questionado se ele teria acesso ou não a algum meio de transporte, a resposta dada foi “é possível, mas improvável”.

Carta de pedido de emprego de Steve Jobs que vai para leilão

Contudo, a parte realmente notável do documento está em sua parte final, em que descreve que sabe trabalhar com computadores e calculadoras, bem como com design e tecnologia. Na seção referente aos interesses, Jobs declara se interessar pela área de eletrônica e pelas engenharias de tecnologia e design. É patente a ênfase de Jobs em querer, de alguma forma, trabalhar com design e tecnologia.

publicidade

No ano seguinte ao pedido de emprego, Jobs consegue uma posição de técnico na Atari. Foi lá que ele conheceu e trabalhou pela primeira vez com Steve Wozniak, o outro co-fundador da Apple, que foi criada pouco tempo depois. Não sabemos se sua entrada na Atari foi ocasionada por esse documento do leilão, que se estende até 24 de março, mas é inegável sua importância histórica.

Via 9to5Mac

Imagem: Waseef (iStock)