AndroidNotíciasMIUI 12.5 da Xiaomi permite desinstalar apps do sistema

Henrique Darlim3 semanas atrás5 min

A Xiaomi acaba de anunciar oficialmente, no evento de lançamento mundial da linha Mi 11, a tão aguardada atualização de sua interface Android, lançada em abril de 2020. Além do sistema de atalhos por gestos já previsto, a versão 12.5 da interface Xiaomi contará também com a possibilidade de desinstalar apps do sistema e, segundo a empresa, será sua interface mais rápida até o momento.

Nova interface da Xiaomi foca em performance

Em geral, as novidades dessa atualização tem como objetivo o melhoramento da performance dos smartphones Xiaomi. Segundo a empresa, em um post no seu site, houve uma redução de 22% no uso da CPU e de 15% no consumo da bateria com a reformulação da interface. É preciso aguardar, entretanto, até o lançamento para sabermos se isso se confirma.

Uma das mudanças, aliás, diz respeito justamente ao sistema háptico de gestos mencionado antes, que terá seu próprio gerenciador de tarefas. Isso significa que os gestos com os dedos não serão atrapalhados por apps de fundo ou qualquer outra coisa, garantindo maior velocidade de uso do smartphone.

Além disso, falando em aumento de velocidade e apps, a melhor coisa dessa atualização talvez seja poder finalmente desinstalar apps do sistema nos smartphones Xiaomi. Dentre os novos apps que podem ser desinstalados, destaca-se o gravador de tela, assim como o gravador de áudio, o bloco de notas e o app do clima. Ademais, os apps de vídeo e de música da Xiaomi também poderão ser removidos.

Comparação feita pela Xiaomi entre sua interface, a One UI e o iOS em relação ao número de aplicativos que não podem ser desinstalados

No próprio evento, a Xiaomi se gabou do reduzido número de aplicativos que não podem ser desinstalados com a MIUI 12.5, como pode ser visto na imagem acima. Não podemos negar que a diferença é nítida, mas também devemos esperar para conferir se isso vai realmente impactar na performance dos smartphones.

A chegada da MIUI 12.5 aos smartphones da empresa vai acontecer no segundo quadrimestre de 2021, ou seja, de abril em diante. Mas essa data é válida apenas para os seguintes modelos: Mi 10T, Mi 10T Pro, Mi 10, Mi 10 Pro, Mi 11. Enquanto isso, os outros celulares da empresa receberão a nova interface mais ao fim do mesmo quadrimestre, data que pode chegar a até agosto deste ano.

Via Android Police