Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Spotify chegou a 155 milhões de assinantes no quarto trimestre de 2020. De acordo com o relatório financeiro divulgado nesta quarta-feira (03/02), trata-se de um crescimento de 24% em comparação ao último trimestre de 2019, quando o serviço de streaming tinha 124 milhões.

Ao todo, os usuários ativos mensais da plataforma de música cresceram 30% em relação ao fim de 2019, para 345 milhões. Como você sabe, ao contrário do Apple Music, um dos seus rivais diretos, o Spotify oferece uma versão gratuita a não-assinantes. O serviço com suporte a anúncios é popular em países em desenvolvimento.

publicidade

Os principais mercados do Spotify continuam sendo a Europa, com 40% dos assinantes premium, e a América do Norte, com 29%. A América do Sul vem no terceiro posto, com 21% dos cadastrados, seguida pelo resto do mundo, com 11%.

Ainda de acordo com o relatório do Spotify, os planos Premium Duo e Premium Família continuam sendo os mais requisitados entre seus 155 milhões de assinantes.

Conteúdo não-musical

O Spotify também afirmou hoje que aumentou no quarto trimestre a quantidade de horas de podcasts reproduzidos na plataforma, quase dobrando os níveis pré-pandemia. O app tem agora 2,2 milhões de podcasts, uma alta em relação ao número de 1,9 milhão registrado no terceiro trimestre.

Recentemente, a companhia sueca também passou a investir em audiobooks, todos em inglês. Na lista de livros, todos já de domínio público, constam obras clássicas como “Frankenstein”, da britânica Mary Shelley, e “Persuasão”, de Jane Austen.

publicidade
Prejuízo agridoce

O Spotify repetiu o insucesso de outubro e voltou a encerrar o trimestre com prejuízo, desta vez de 125 milhões de Euros (cerca de R$ 810 milhões em conversão direta). O valor, entretanto, é uma melhoria em relação à perda de 209 milhões de euros no quarto trimestre de 2019.

A receita da plataforma no quarto trimestre aumentou para 2,17 bilhões de Euros (cerca de R$ 17 bi), ante 1,86 bilhão no mesmo trimestre de 2019. Segundo a companhia, a expectativa é que esse número flutue entre 1,99 e 2,19 bi de Euros no primeiro trimestre de 2021. O Spotify também afirma que vai continuar a priorizar o crescimento de assinantes sobre o lucro nos próximos anos.

Via Phone Arena

Imagem: Diane39/iStock