Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O Facebook segue trabalhando em sua inteligência artificial para aprimorar seu recurso inclusivo para cegos e pessoas com dificuldades de visão. Criado em 2016, o AAT (automatic alternative text, ou texto alternativo automático) usa reconhecimento de objetos para gerar descrições automáticas nas fotos postadas sem o texto alternativo (alt text).

O texto alternativo é um recurso que permite ao usuário fazer uma pequena descrição da imagem que ele posta na internet. Como muitas pessoas infelizmente ainda não preenchem esse campo, a rede de Mark Zuckerberg criou esse método automático para isso. Agora, o Facebook ampliou as capacidades de reconhecimento e detalhamento da ferramenta para cegos.

publicidade

Agora, o FB anunciou uma atualização que permite às pessoas com deficiência visual terem uma experiência aida mais detalhada das imagens ao utilizarem leitores de tela.

Identificação mais precisa

Usando recursos de inteligência artificial e machine learning (aprendizado de máquina), e sistemas de hashtags e localização, a equipe de Zuckerberg conseguiu inserir 1200 novos conceitos para o AAT. Assim, o recurso agora conta com elementos de reconhecimento de idade, gênero e tom de pele.

O resultado é uma percepção mais precisa de pessoas, locais e elementos culturais, ou seja, agora o recurso é capaz de identificar que se uma determinada imagem é de casamento pelas vestimentas e símbolos tradicionais da região, ao invés de detectar somente vestidos brancos de noiva.

Além de pessoas e locais, o FB também melhorou a capacidade de identificar objetos, bem como de mapear sua posição na imagem. Isso permitiu precisão em dois fatores. Em primeiro lugar, o AAT agora pode decifrar em uma foto quem está ao centro e como as demais pessoas estão espalhadas pela foto. Segundo, o recurso passa a identificar a prioridade dos objetos da foto. Se uma imagem tiver uma pequena casa perto de uma montanha que está em destaque, saberá descrever que se trata de uma foto de montanha com uma casa ao pé e não o contrário.

publicidade
Entrega de informações

O modo como todas essas informações são entregues pelo Facebook para os leitores de tela também é uma pauta que atinge cegos e pessoas com demais deficiências visuais. Em uma pesquisa realizada pelo próprio FB, pessoas com deficiência visual disseram que preferem ouvir mais detalhes de fotos com amigos e parentes do que as demais.

Assim, a rede social desenvolveu uma ferramenta que permite aos usuários cegos optarem pela quantidade de informações que querem receber das imagens. Ao escolherem prioridade em fotos de pessoas próximas, o leitor de tela receberá descrições mais ricas do AAT sobre a foto, o que não vai acontecer com as demais imagens.

Confira outros posts sobre acessibilidade aqui no Vida Celular.