Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

O iPhone 13 pode trazer um notch (entalhe) menor em sua tela frontal, além de diversos outros recursos inéditos que podem beneficiar muito a linha de smartphones da Apple. Naturalmente, a notícia não é confirmada, então vale a cautela na hora de ler as informações abaixo.

Segundo fontes do site Digitimes, a Apple estaria desenvolvendo um sensor 3D de tamanho reduzido para a próxima geração de smartphones. Em tese, isso permitiria à empresa de Cupertino diminuir o tamanho do notch no display frontal, o que por sua vez aumentaria a sua área de visualização.

publicidade
iphone 13 notch

Imagem: DenPhotos/Shutterstock

Isso não é tudo: o site holandês ainda afirma que o iPhone 13 não terá apenas um notch menor, mas também contará com inovações nas câmeras. Especificamente, o Digitimes menciona dois sensores até então inéditos em aparelhos da Apple – um “tempo de vôo” (“ToF”) e uma lente teleobjetiva, para zoom em objetos mais distantes sem perda de foco.

Um notch reduzido vem sendo o desejo dos fãs do smartphone da Apple há pelo menos duas gerações, e o iPhone 12 teve ampla especulação sobre isso. Entretanto, o novo aparelho chegou e vimos exatamente o mesmo entalhe praticado pela empresa de Tim Cook. Os rumores sobre o iPhone 13, porém, indicam que a mudança deve impactar a todas as variantes. Em outras palavras: se a Apple lançar quatro modelos diferentes do próximo iPhone, todas as versões vão contemplar a mudança.

Finalmente, outros rumores pertinentes ao iPhone 13 incluem suporte à tecnologia Wi-Fi 6E (mesmos benefícios do Wi-Fi 6, porém com latência reduzida e maior tráfego de dados), um display de 120Hz de renovação de quadros (imagens mais cristalinas e movimentos mais fluídos) e aprimoramentos na lente grande angular (para imagens abertas), bem como a continuação da tecnologia de detecção óptica LiDAR.

publicidade