AndroidAplicativosNotíciasGoogle aprimora GPS e usa smartphones Pixel para testar

René Ribeiro3 meses atrás6 min

O Google está aprimorando a precisão do GPS e começou os testes no Pixel 5 e 4a 5G. A melhoria conta com a ajuda do mapeamento 3D.

A precisão do GPS cai em áreas urbanas densas. O motivo é que o GPS precisa de linha de visão ampla com os satélites e edifícios altos e árvores podem obstruir essa comunicação e até mesmo refletir o sinal de modo errado. Isso se manifesta como apps que mostram que você está do lado errado da rua ou mesmo em um quarteirão totalmente diferente.

O chip de GPS assume que o sinal está na linha de visão correta e, portanto, induz ao erro ao calcular o comprimento do caminho excedente que os sinais percorreram até o smartphone.

Como o Google está aprimorando a precisão do GPS

O Google está tratando desse problema do GPS com o mapeamento 3D. São algoritmos que levam em consideração modelos de construção e assim fazem correções analisando as obstruções dos sinais e informam o sistema GPS com elas.

O módulo de correções auxiliadas por mapeamento 3D, no Google Play Services, inclui blocos de modelos de edifícios em 3D que o Google já usa para mais de 3.850 cidades ao redor do mundo.

Quando você usa o GPS do seu dispositivo enquanto caminha, a API (Application Programming Interface – Interface de Programação de Aplicativos) de reconhecimento de atividade do Android reconhece que você é um pedestre e, se estiver em uma das mais de 3850 cidades, os blocos com modelos 3D serão baixados e armazenados em cache no telefone.

Imagem de um teste de pedestres, com smartphone Pixel 5, caminhando de um lado da rua, depois do outro. Amarelo = Caminho seguido, Vermelho = sem correções auxiliadas por mapeamento 3D, Azul = com correções auxiliadas por mapeamento 3D. (crédito imagem: divulgação Google)

A foto acima é um print de tela do Pixel 5 e Pixel 4a 5G feita com a atualização de segurança deste mês, para os dois telefones. O Google diz que a versão 2 deste sistema “reduz as ocorrências do lado errado da rua em aproximadamente 75%”.

Outros telefones Android, usando Android 8 ou posterior têm a versão 1 implementada, o que reduz as ocorrências do lado errado da rua em aproximadamente 50%. A versão 2 estará disponível para todo o ecossistema Android (Android 8 ou posterior) no início de 2021. Depois dos dispositivos Pixel mais recentes, esse recurso será lançado por meio do Play Services para dispositivos Android 8 e superiores nas “próximas semanas”. O Google também está trabalhando na implementação desse recurso quando detecta que estamos dirigindo.

O novo recurso funciona com Sistema de Posicionamento Global (GPS), GLONASS, Galileo, BeiDou e QZSS. E estará disponível nas seguintes regiões:

  • América do Norte: todas as principais cidades dos EUA, Canadá e México.
  • Europa: todas as principais cidades. (100%, exceto Rússia e Ucrânia)
  • Ásia: todas as principais cidades do Japão e Taiwan.
  • Resto do mundo: todas as principais cidades do Brasil, Argentina, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul.

O Google exalta que as correções de localização auxiliadas por mapeamento 3D é algo que somente ele poderia fazer. A explicação é devido à sua coleção de modelos de construção 3D, medições brutas de GPS e aprendizado de máquina. O Google testou a melhoria do GPS em telefones Pixel por usarem o sistema Android com código mais enxuto.

Via: 9to5Google