Vida Celular

Tudo sobre os melhores celulares

Nós do Vida Celular e nossos parceiros utilizamos cookies, localStorage e outras tecnologias semelhantes para personalizar conteúdo, anúncios, recursos de mídia social, análise de tráfego e melhorar sua experiência neste site, de acordo com nossos Termos de Uso e Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

Semana passada, saiu a notícia sobre um novo aplicativo do Google chamado Device Lock Controller, que apareceu na Play Store. Segundo a loja digital, o app “permite gerenciamento de aparelhos para fornecedores de crédito”. Assim, ele pode ser usado para bloquear o celular de um usuário que esteja com as parcelas de um financiamento atrasadas. O app que bloqueia celular é uma colaboração do Google com a operadora queniana Safaricom, que tem planos de parcelamento para compra de aparelhos rodando Android Go.

Por enquanto, não há evidências de que o Device Lock Controller esteja sendo usado por outras empresas além da Safaricom. A política atual da operadora do Quênia bloqueia o usuário de seu celular depois de apenas quatro dias de atraso no pagamento de uma parcela. Quando um aparelho é bloqueado pelo aplicativo, ele praticamente vira um tijolo. Só algumas “funções básicas” como chamadas de emergência e configurações continuam disponíveis. De resto, o usuário não pode usar mais nada.

publicidade

No dia 6 de novembro, o XDA Developers foi o primeiro a escrever sobre o app, que não está indexado na busca da Play Store e não aparece na lista de aplicativos publicados pelo Google. Segundo a empresa, o Device Lock Controller foi colocado por engano na sua lista de apps disponíveis, e será removido em breve.

Apesar disso Mishaal Rahman (XDA) acredita que o Google tenha planos para expandir essa forma de colaboração com operadoras e financeiras. Em conclusão, a questão agora é se um bloqueio de celular por uma operadora é algo realmente legal, mas isso é algo que vai depender de cada país.

Via AndroidPolice.

publicidade